Publicidade

Startup acelarada pela Samsung inaugura laboratórios de RA em escolas de SP

Por| 18 de Setembro de 2017 às 14h47

Link copiado!

Startup acelarada pela Samsung inaugura laboratórios de RA em escolas de SP
Startup acelarada pela Samsung inaugura laboratórios de RA em escolas de SP
Tudo sobre Samsung

O projeto de aceleração de startups promovido pela Samsung possibilitou a inauguração dos primeiros laboratórios de realidade virtual no Brasil. Duas escolas de São Paulo serão beneficiadas pela parceria firmada entre a empresa sul-coreana e a EvoBooks, participante da segunda rodada do Programa de Promoção da Economia Criativa.

A EvoBooks é uma startup de educação que se propõe a capacitar os profissionais do processo pedagógico por meio da cultura digital. A proposta da empresa é integrar as escolas em um sistema didático que vá além da sala de aula. A tecnologia aplicada via RA é uma plataforma que a startup quer explorar.

Os laboratórios vão permitir que os alunos realizem experimentos simulados de química e física, estudem o sistema solar em viagens e naveguem por dentro do corpo humano.

Continua após a publicidade

Para que o ensino seja eficiente, a EvoBooks desenvolveu o Programa Inspira Digital, com propostas sobre fundamentações teóricas, planos de aula, sequências didáticas e formação continuada on-line para professores. As escolas, públicas ou privadas, que aderirem ao projeto terão todo o suporte necessário para implementar a linha didática.

No pacote, as escolas recebem ainda 10 kits com óculos Samsung Gear VR. O projeto é indicado para o ensino fundamental 2 (do 6º ao 9º ano) e ensino médio — os alunos devem ter 13 anos no mínimo.

Programa já recebeu 800 inscrições

O Programa de Promoção da Economia Criativa é uma parceria da Samsung com a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e busca startups de todo o Brasil. As empresas escolhidas são aceleradas para ganhar escala.

Continua após a publicidade

Desde que a parceria foi firmada, mais de 800 startups se candidataram. Atualmente, mais de 20 incubadoras estão capacitadas  para operar o programa por meio da coordenação nacional da Anprotec.

O número de empreendimentos acelerados pela Samsung, após o fim da segunda rodada de acelaração, já soma 20 startups, que foram habilitadas a receberem investimentos diretos de até R$ 250 mil. Esse valor deve ser aplicado em pesquisa e desenvolvimento de produtos e tecnologias.

Para a terceira rodada, a Samsung foca em mais 20 startups brasileiras nas áreas de Mobilidade, Realidade Virtual, Saúde Digital, Educação Digital, Segurança da Informação, Internet das Coisas e Fintech.