Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O Nintendo Switch chegou; veja o que você precisa saber sobre o novo console

Por| 03 de Março de 2017 às 09h12

Link copiado!

O Nintendo Switch chegou; veja o que você precisa saber sobre o novo console
O Nintendo Switch chegou; veja o que você precisa saber sobre o novo console

O Nintendo Switch finalmente começou a ser vendido nos Estados Unidos nesta sexta-feira (03). E, como sempre acontece quando um novo videogame chega ao mercado, é natural que muita gente ainda tenha dúvidas sobre as especificações do aparelho, quanto custa, quais jogos já estão disponíveis e coisas do tipo.

Se você está meio perdido nisso tudo, então chegou a hora de se encontrar. Confira o que você precisa saber para ficar por dentro do Nintendo Switch.

Informações básicas

Vamos começar do começo. Afinal de contas, quanto o Switch custa? Ele está disponível no Brasil? Usa CDs ou o quê?

Continua após a publicidade

Muito bem, por enquanto o Switch só está à venda em alguns mercados, mais notadamente o norte-americano e o japonês. Nos EUA, o console está sendo comercializado por US$ 300. Diferentemente dos demais consoles atualmente no mercado, ele usa Game Cards, uma espécie de cartão microSD, para armazenar seus jogos e vem em duas opções de cores diferentes: cinza ou azul e vermelho.

E se você quiser ter um Switch aqui no Brasil, é importante frisar que só importando ou viajando para fora. Embora haja indícios de que ele vai, sim, chegar por aqui, a Nintendo ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

O que ele tem de diferente?

O grande diferencial do Switch é que ele é um videogame híbrido que pode ser usado tanto ligado à TV quanto em versão portátil, como já estamos acostumados com o 3DS.

Por incrível que pareça, a unidade principal do videogame é o display sensível ao toque de 6 polegadas, que mais parece um tablet. Ele conta com resolução HD, de 1.280 x 720 pixels, e memória interna de 32 GB (expansível via cartões microSDHC).

Continua após a publicidade

É possível acoplar essa tela a uma doca, que joga a imagem do Switch para a televisão e o torna um console tradicional. Ao retirar a tela, o Switch ativa seu modo portátil e os jogos passam a ser exibidos no display.

No "modo portátil", o videogame tem autonomia de até seis horas, dependendo do uso e do game que o usuário estiver jogando. No caso de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, título de lançamento do Switch, a autonomia cai para cerca de três horas.

Controles que chamam a atenção

Outra característica que chama a atenção no Switch são seus controles. Batizados de Joy-Con, eles podem ser usados de pelo menos três maneiras diferentes.

Continua após a publicidade

A primeira delas é encaixar os controladores na tela do Switch, fazendo com que ele fique bastante parecido com o Wii U.

A segunda maneira se assemelha bastante com a que nos acostumamos no Wii. Aqui, os Joy-Con são usados destacados da tela, como um Wii Remote, e o videogame pode tanto ficar acoplado à doca ou no modo portátil. Em alguns jogos, é possível dar um dos Joy-Con a um amigo para uma jogatina multiplayer local.

Continua após a publicidade

Por fim, é possível deixá-los acoplados à base de Joy-Con, num formato que se assemelha mais ao de um controle comum.

Quem não se acostumar com nenhum desses modos também pode optar por adquirir o Pro, um joystick tradicional que não é desmontável e tem visual bastante parecido com o do Xbox One.

Continua após a publicidade

O que tem de bom para jogar?

Sem dúvidas, o novo The Legend of Zelda é o principal atrativo destes primeiros meses de vida do Nintendo Switch. Considerado um dos mais disruptivos desde o lançamento de Ocarina of Time em 1998, Breath of the Wild transforma a história de Link em uma aventura de mundo aberto, dando liberdade para o jogador cumprir as missões na ordem e do jeito que quiser.

Além disso, o game adota mecânicas mais atuais para conquistar uma gama maior do público. É o caso, por exemplo, do fato de Link precisar buscar recursos para se alimentar e criar armas e roupas melhores, que se desgastam e quebram com o tempo. A dificuldade geral de Breath of the Wild também foi elevada e o jogo apresenta inimigos mortais e que punem os erros do jogador.

Continua após a publicidade

Graças a essas características, o novo The Legend of Zelda, que também chega para o Wii U, é um dos mais aguardados e aclamados do ano. Várias publicações internacionais, como a Famitsu, Edge e IGN, deram a nota máxima em suas avaliações, enquanto a Eurogamer classificou Breath of the Wild como "Essencial", e o Metro de "o melhor Zelda que já existiu".

Se você não é lá grande fã de The Legend of Zelda, há outras 21 opções de jogos que já estão disponíveis para download no Switch. São eles:

  • 1-2 Switch
  • Just Dance 2017
  • Super Bomberman R
  • Snipperclips
  • Fast RMX
  • I am Setsuna
  • Shovel Knight: Specter of Torment
  • Shovel Knight: Treasure Trove
  • Skylanders Imaginators
  • Human Resource Machine
  • Little Inferno
  • World of Goo
  • Vroom in the Night Sky
  • New Frontier Days: Founding Pioneers
  • Voez
  • Othello
  • Neo Geo The King of Fighters '98
  • Neo Geo Metal Slug 3
  • Neo Geo Waku Waku 7
  • Neo Geo World Heroes Perfect
  • Neo Geo Shock Troopers

A Nintendo também prometeu mais lançamentos de peso para até o fim do ano. É o caso, por exemplo, de Mario Kart 8 Deluxe, uma versão repaginada do game de Wii U; Splatoon 2, sequência do aclamado e divertido jogo de tiro com armas de tinta; e Super Mario Odyssey, nova aventura do mais icônico personagem dos videogames de todos os tempos, que deve chegar até o Natal.

Continua após a publicidade

E aí, tá empolgado para ter um Nintendo Switch? Conta para gente nos comentários aqui embaixo.