SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Confira 10 das mais incríveis imagens registradas pela NASA em Marte

Por| 12 de Maio de 2016 às 07h12

Link copiado!

Confira 10 das mais incríveis imagens registradas pela NASA em Marte
Confira 10 das mais incríveis imagens registradas pela NASA em Marte

Nosso fascínio por Marte vem de longa data. Desde a invenção dos primeiros telescópios, astrônomos e entusiastas da astronomia vêm observando e estudando o Planeta Vermelho a fim de conhecer melhor nosso vizinho espacial, já tendo sido considerada até mesmo a hipótese de haver vida inteligente por lá.

Atualmente, o quarto planeta a partir do Sol está sendo explorado por cinco espaçonaves: três em órbita (Mars Odyssey, Mars Express e Mars Reconnaissance Orbiter), e duas na superfície (a sonda Opportunity e o rover Curiosity). Outras sondas atualmente desativadas já percorreram o solo marciano, como a Spirit e a Phoenix, tendo sido evoluções de projetos ousados como o Mariner 4, que sobrevoou o planeta pela primeira vez em 1965.

Com tanto histórico de exploração interplanetária, a NASA reuniu um grande catálogo de dados e imagens de Marte — fotos que têm sido reveladas ao público cada vez em melhor qualidade graças às atuais tecnologias de alta definição. Então, a revista virtual Popular Science selecionou dez das mais incríveis imagens de Marte registradas pela agência espacial dos Estados Unidos. Confira:

Continua após a publicidade

A sombra do rover Opportunity projetada pela cratera Endeavour, o maior impacto que há na superfície do planeta, com 22 quilômetros de diâmetro (Reprodução: NASA/JPL-Caltech/Cornell/Arizona State)

Essas são as Dunas Bagnold, próximas ao Monte Sharp. A imagem foi registrada pelo Curiosity em 201. (Reprodução: NASA/JPL-Caltech)
Continua após a publicidade

Uma enorme cratera cujo formato, visto de cima, se assemelha a um olho, mostra o quanto de gelo há nas camadas inferiores da superfície marciana (Reprodução: NASA/JPL-Caltech/University of Arizona)

Continua após a publicidade
Aqui vemos as “pegadas” do Oportunity pelo solo do Planeta Vermelho (Reprodução: NASA/JPL-Caltech/Cornell Univ./Arizona State)

Continua após a publicidade
“Selfie” do rover Curiosity. A imagem é, na verdade, a compliação de 57 fotografias feitas com uma espécie de “pau de selfie”, posteriormente tratadas e reunidas em um só retrato (Reprodução: NASA/JPL-Caltech/MSSS)

Visão aérea do Valles Marineris, um enorme cânion com mais de 2 mil quilômetros de extensão e 8 km de profundidade (Reprodução: NASA/JPL-Caltech)
Continua após a publicidade

Uma das câmeras do Opportunity captou um jato de poeira sendo projetado na vertical, fenômeno conhecido como “dust evil” (algo como “demônio de poeira” em português) (Reprodução: NASA/JPL-Caltech)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

As mesmas Dunas Bagnold, mas aqui vistas a partir da cratera Gale, capturadas pela Curiosity (Reprodução: NASA/JPL-Caltech/MSSS)
Continua após a publicidade

Fonte: Popular Science